Cirurgião Orofacial, ou Estética Orofacial

A busca de um sorriso atraente e agradável tem levado as pessoas a procurarem, cada vez mais os profissionais de Odontologia, pois um belo sorriso, além de contribuir para a autoestima do paciente, é considerado uma característica estética de extrema importância para a sociedade.

Nos últimos anos, o número de melhorias faciais não cirúrgicas atingiu proporções astronômicas, isso porque, ao término de tratamentos reabilitadores orais complexos, diversos pacientes questionavam se não seria possível fazer algo adicional em seus lábios, queixo e face. Assim, o cirurgião dentista passou a oferecer aos seus pacientes uma reabilitação oral mais abrangente, na qual, a face pode ser moldada e pequenas irregularidades e assimetrias podem ser melhoradas com técnicas de utilização de proteína botulínica, o famoso Botox, e de preenchimento orofacial.

O uso da proteína botulínica é comumente visto pela sociedade como uma solução de problemas estéticos, na prevenção e tratamento de rugas, mas é importante esclarecer que a atuação dessa substância se dá no plano muscular e assim, abrimos um leque de possibilidades e benefícios, quando bem indicada também de forma terapêutica. A proteína botulínica pode ser indicada em diferentes patologias clínicas, como; Apertamento, Bruxismo, Disfunções Temporomandibulares, Sorriso Gengival, Perda de Suporte de Lábios, Cefaléias Tensionais, dentre outras.

Conhecer os elementos de diagnóstico e estabelecer o planejamento para promover um sorriso harmonioso e bem balanceado tornou-se uma necessidade no dia a dia do consultório odontológico. O cirurgião dentista tem o privilégio de usar tratamentos transcutâneos para harmonizar a face do paciente para seu melhor aspecto natural. A utilização de preenchedores intra-dérmicos modificou de forma grandiosa a abordagem de correções estéticas da face, diminuindo a quantidade de procedimentos cirúrgicos estéticos, que acabavam trazendo maior sofrimento para o paciente.

O ácido hialurônico tem se mostrado o melhor material preenchedor do mercado, devido a sua alta biocompatibilidade, ou seja, por ser um material reabsorvível, interage melhor com as características da face, se adapta as mudanças que ocorrerão com o tempo, além de ser extremamente seguro.

A estética do sorriso baseia-se em uma avaliação não apenas dos dentes, mas de sua relação com os tecidos tegumentares (gengiva e lábios) e com a face. Quando tratamos um sorriso, se não tratarmos também tudo o que está ao seu redor, como gengiva, lábios e face, causaremos um desequilíbrio estético na face, pois um sorriso saudável, simétrico, clareado e jovem não estará em harmonia com lábios murchos, caídos, e nem com uma face de aspecto envelhecido, cansado ou zangado.

É impressionante a transformação que a junção desses procedimentos à odontologia pode causar na autoestima, qualidade de vida e bem estar das pessoas que os procuram. Os resultados são excelentes e sempre apresentados da forma mais natural possível!

Saiba quais problemas bucais podem ser tratados com o Botox

Identifique aqui os sintomas que podem ser resolvidos com a aplicação de Botox.

Sorriso gengival: situação que ocorre quando há uma desproporção entre o tamanho da gengiva e o do dente, fazendo com que a primeira pareça maior. A condição não chega a prejudicar a saúde do paciente, possuindo apenas efeitos estéticos.
Toxina Botulínica

Bruxismo ou briquismo: é uma desordem funcional caracterizada pelo ranger ou apertar dos dentes, principalmente, durante o sono. Um dos sintomas mais comuns é a pessoa acordar com a mandíbula dolorida ou com dor de cabeça. O Botox é aplicado no músculo mais importante da mastigação.

Distonia: provoca espasmos localizados na região inferior da face (boca, língua e mandíbula), causando dificuldade na abertura ou fechamento da boca, no mastigar, no engolir e na articulação das palavras.

sintomasDisfunções da ATM: a articulação temporomandibular liga o maxilar ao crânio, os sintomas mais comuns de problemas na região é a sensação de que a mandíbula está ‘saltando para fora’, estalando ou até travando por um instante.

Sialorreia: ocorre quando há produção excessiva de saliva; pessoas com essa condição têm risco elevado de inalar a saliva, alimentos ou fluidos para os pulmões.

Fonte: Saúde Bucal IG

Qual é a solução para o sorriso gengival?

O sorriso alto (ou gengival) é o nome dado quando a gengiva superior de uma pessoa, ao sorrir, fica exposta. E esse excesso pode acabar comprometendo a harmonia do rosto por inteiro.

Qual é a solução para o sorriso gengival?

Apesar de não apresentar nenhum risco à saúde do paciente, o distúrbio pode causar desconforto quando o assunto é a estética e a simetria do sorriso, fazendo com que sua autoestima fique abalada.

O sorriso gengival tende a ser mais frequente em mulheres e, de acordo com pesquisas, cerca de 10% da população – dos 20 aos 30 anos – sofre com o problema.

Mas, hoje em dia, a odontologia já apresenta diversos tratamentos que prometem eliminar o excesso de gengiva. Vamos conhecer?

GENGIVOPLASTIA

É a remoção da gengiva em excesso e serve para restabelecer o contorno das gengivas sobre os dentes.

GENGIVECTOMIA

Tem o objetivo de remover parte da gengiva e também de uma porção do osso de suporte. Ela é indicada para casos mais severos de sorriso gengival.

PROTEÍNA BOTULÍNICA (BOTOX)

Além de todos os benefícios estéticos e terapêuticos, o botox também é grande aliado no combate a sorriso alto. Ele é indicado para casos que a hiperatividade dos lábios é a principal causa do problema. Além disso, a técnica é menos invasiva e é uma alternativa às cirurgias. A ação da proteína dura, em média, 90 dias.

Dentista também aplica Botox?

O Botox é mais conhecido para tratamentos estéticos. Descoberta por volta dos anos 60, a Toxina Botulínica é obtida de uma bactéria chamada “Clostridium botulinum”. Inicialmente era usada para tratar não cirurgicamente o estrabismo. Só mais tarde foi indicada para outros tratamentos.

Quando aplicada em pequenas doses, a toxina bloqueia a liberação de acetilcolina, um dos neurotransmissores responsáveis por levar as mensagens do cérebro aos músculos do corpo. Consequentemente, os músculos não recebem o estímulo para contração, permanecendo relaxados e mais flexíveis. Outro resultado da aplicação é a suavização das linhas de expressão. Por isso, este procedimento é muito procurado para o tratamento estético de rugas.

botox-img-2O uso dentro da Odontologia, a substância pode aliviar as dores musculares e faciais causadas por disfunções da articulação temporomandibular, tratamento do bruxismo e correção do sorriso gengival.

Por uma resolução do CFO (Conselho Federal de Odontologia), o dentista, desde de que habilitado, poderá aplicar o Botox para que auxilie o cirurgião nos tratamentos e terapias odontológicas.

Botox, popular em Odontologia

Em pesquisa recente, cerca de 7% a 8% dos dentistas que estão localizados na América do Norte estão atualmente fornecendo Botox tratamentos cosméticos para os pacientes. No Brasil, esta técnica ainda é pouco utilizada, mas está em crescente utilização pelos resultados positivos obtidos.

Outras utilizações inovadoras do Botox (Toxina Botulínica) estão sendo aplicadas em odontologia. A maioria dos dentistas não estão conscientes dos benefícios consideráveis ​​que o Botox tem na terapia para o tratamento cosmético e odontológico.

article-2373674-014EF5ED000004B0-339_634x391Tem uso clínico útil como adjuvante no bruxismo e articulação temporomandibular (ATM) dos casos, ainda mais para pacientes com dor facial e ATM crônica.

Quando o Botox é normalmente dado em metade da quantidade que normalmente é usado para um tratamento de suavização de rugas faciais, pode diminuir consideravelmente a força das contrações musculares que contribuem significativamente para a dor facial e da ATM, fornecendo alívio significativo ao paciente.

imagesQuando todos os pacientes que estejam utilizando os aparelhos para bruxismo, ou tiverem realizados reabilitações orais completas, tem indicação para aplicação do Botox. O tratamento com Botox pode ter um papel vital na eliminação ou redução da dor facial do paciente.

Gummy_smileE usado freqüentemente como alternativa não cirúrgica para casos de linha alta de lábio (sorriso gengival). O tratamento que a maioria dos dentistas foram treinados para oferecer a esses pacientes seria algum tipo de cirurgia de retalho periodontal ou até cirurgia ortognática.

Todos os dentistas sabem como um tratamento agressivo como este seria.

Quando feito corretamente, o paciente não é capaz de levantar o lábio tão alto quanto antes para mostrar a gengiva, mas ainda terá a plena capacidade para beijar, mastigar e falar.

É importante ser capaz de oferecer todas as alternativas para o paciente nos casos de linhas de sorriso alto.

Há desvantagens neste tipo de terapia e incluem o retratamento que é necessário de 2 a 3 vezes por ano, e o custo associado com que o tratamento é repetido.

Botox na Odontologia

Os três usos na odonto

1. Bruxismo

O que é
O músculo mastigatório trabalha além da conta à noite, o que desencadeia o atrito entre os dentes e, como consequência, seu desgaste.

Tratamento convencional
Com placas noturnas, para impedir o contato entre os dentes.

Vantagens da toxina botulínica
O método tradicional atrapalha o descanso. Com a toxina, isso não ocorre.

2. Dor facial

O que é
Trata-se de uma sensação dolorosa provocada por alterações na articulação que liga o maxilar à mandíbula – ali está localizado um complexo sistema de músculos, ligamentos e ossos.

Tratamento convencional
Com medicamentos, que podem provocar efeitos colaterais.

Vantagens da toxina botulínica
É aplicada diretamente no músculo, sem reações desagradáveis.

3. Sorriso gengival

O que é
Disfunção em que a gengiva é exposta excessivamente quando o indivíduo sorri.

Tratamento convencional
Por meio de cirurgia.

Vantagens da toxina botulínica
Não é invasiva, sendo aplicada nos músculos responsáveis pelo sorriso, relaxando essa musculatura.