Aparelhos para adultos: sempre é tempo para realinhar o sorriso

Adultos que usam aparelhos ortodônticos buscam cura para dores de cabeça, de ouvido e disfunções de ATM, além de garantir um sorriso campeão

Quem já deixou para trás os tempos de colégio e faculdade também pode usar aparelho ortodôntico, em busca do seu melhor sorriso. Os adultos até os 40, que vão aos dentistas com essa demanda, procuram especificamente pelo apelo estético, com dentes brancos e perfeitamente alinhados. Já os mais velhos estão em busca de bem-estar.

OrthodonticsEsse segundo grupo é composto por pessoas que já passaram por vários especialistas como clínicos, neurologistas e otorrinolaringologistas antes de considerar que o problema possa ter origem bucal.

Muitas mulheres acima dos 60 nos procuram por causa de problemas funcionais, que agravam com a idade. Elas chegam com dores de cabeça, dor na nuca, problemas de ATM (disfunção da articulação temporo-mandibular)… São pessoas que querem apenas parar de sentir dor – a estética para eles é um brinde. Mas, claro, que eles ficam mais animados no decorrer do tratamento ao ver o resultado estético, decorrente do tratamento funcional.

A ortodontia para adultos também pode ser um passo antes de outros tratamentos dentários. Adultos que tenham a falta de algum dente na boca precisam reabilitar o espaço vazio. No caso de implantes, os dentes vizinhos podem ter ocupado o vão, daí o aparelho corrige esse espaço para que depois seja realizado o implante.

Quem pode usar aparelho ortodôntico?

orto e higiene oralO pré-requisito para o uso de aparelhos ortodônticos é que a saúde bucal esteja em dia, com a higiene. O paciente dever ter uma higiene oral adequada, não ter problemas periodontais sérios, como perda óssea ou dentes com mobilidade. O ortodontista irá pedir a documentação ortodôntica e irá avaliar as condições ósseas do paciente.

Iremos avaliar se a parte óssea do paciente está saudável, bem como a parte gengival. A gengiva tem que estar saudável, não pode haver sangramento gengival – não é que haja a contraindicação, mas é preciso fazer um tratamento prévio com um periodontista para que eu tenha condições de movimentar os dentes do paciente.

Adultos valorizam aparelhos ortodônticos discretos.

Adultos podem usar tanto os aparelhos fixos quanto os móveis – o efeito será idêntico. Porém, esse público prefere aparelhos mais discretos, às vezes, até por questões profissionais.

Ortodontia lingualOs aparelhos móveis possuem um custo superior ao dos modelos fixos, mas atendem ao quesito da discrição. Nesse grupo, vale citar os chamados aparelhos linguais, que ficam atrás dos dentes, em contato com a língua. Outro tipo que merece destaque são os aparelhos ditos invisíveis, que contam com uma película transparente e removível.

Entre os aparelhos fixos, os de porcelana oferecem menor impacto visual e são mais em conta do que os tipos móveis. Muitas vezes a escolha do modelo pelo paciente é baseada na questão financeira e isso é possível porque todos, fixos ou móveis, vão te levar ao objetivo final.

Fonte: Ig Saúde

Conheça 10 mentiras que contam sobre saúde bucal

http://saude.terra.com.br/saude-bucal/atualidades/10-mentiras-que-contam-sobre-saude-bucal,3a2cb9f5bd96dbaa220ea569d3e0a48eaxlwcbnn.html

1 – A perda dos dentes é consequência natural do envelhecimento.
MITO! A perda dentária é consequência de doenças gengivais maltratadas, traumas e composição genética. Com tratamento de prevenção é possível chegar à terceira idade com todos os dentes na boca.

dental-implants-costa-rica-treatment2 – O uso de implantes ou próteses totais (dentadura) não precisam de controle periódico no dentista.
MITO! Os implantes dentários precisam da mesma manutenção gengival e descontaminação semestral dos dentes. Pacientes com próteses também devem fazer visitas regulares para avaliação da adaptação e dos tecidos moles, como gengivas e bochecha.

3 – Não vou ao dentista porque não sinto dor.
MITO! A ausência de dor infelizmente, não significa ausência de problemas bucais. A doença periodontal, por exemplo, que é a inflamação gengival, não costuma doer, a não ser em casos já avançados.

4 – Bebês que ainda não têm dentes não precisam fazer higiene oral.
MITO! Mesmo sem dentes é importante que os pais façam limpeza da gengiva e região com uma gaze umedecida.

5 – Mau hálito é problema de estômago.
MITO! O mau hálito pode ter origem local, sistêmica ou ainda ser causada pelos dois fatores associados. Problemas estomacais como gastrite ou úlcera não provocam mau hálito. Em geral, o mau hálito é provocado por problemas decorrentes de higiene oral malfeita ou infecção nas vias aéreas superiores.

article-1113422-0308B1E1000005DC-968_468x3326 – Tudo bem, de vez em quando, usar apenas antisséptico oral em vez de escovar os dentes.
MITO! Uma boa higiene depende principalmente de escova e fio dental. Os antissépticos são coadjuvantes, mantendo o hálito puro e refrescante por mais tempo. Dê sempre preferência a um produto que não contenha álcool.

7 – O clareamento dental caseiro ou com aplicação de laser desgasta a estrutura do esmalte dos dentes.
MITO! O processo de clareamento atua nas partículas que colorem o dente sem provocar qualquer tipo de desgaste ou dano à estrutura dentária.

8 – O herpes labial pode ser mais rapidamente curada com o uso de pomadas específicas.
MITO! Geralmente o vírus do herpes precisa cumprir seu ciclo de 7 a 14 dias, independentemente do uso de medicação, a não ser que sua presença seja detectada logo no 1º dia de manifestação. Neste caso, teremos o processo de cura e cicatrização acelerado.

9 – Restaurações em resina tem maior possibilidade de fratura e infiltração que restaurações em amálgama.
MITO! Hoje, contamos com resinas resistentes e preparadas para receber grandes esforços mastigatórios, que não deixam a desejar em nada em termos de resistência e adaptação para as antigas restaurações metálicas.

10 – Próteses removíveis desgastam e estragam os dentes com o tempo.
MITO! Isso não acontece desde que estejam bem adaptadas, feitas dentro da técnica adequada e com correta escovação diária.

Crianca-no-dentista11 – Se o dente de leite do meu filho não cair sozinho, não devo me preocupar com ele.

MITO! Os dentes de leite, ou decíduos, são temporários e servem como guia para a erupção dos permanentes. Sempre que houver qualquer dúvida por parte dos pais, um odontopediatra deve ser consultado.

12 – Todos temos que remover os sisos antes mesmo que eles nasçam.
MITO! Os sisos só devem ser removidos quando for detectada a ausência de espaço para eles ou se seu nascimento implicar em mal posicionamento dos demais elementos.

13 – Quanto maior e mais dura for a escova dental, melhor é a limpeza.
MITO! Na realidade, a escova dental deve ser pequena ou média para alcançar qualquer região da nossa boca. Deve também ter cerdas macias para não machucar a gengiva.

Implantes Dentários e a qualidade de vida do paciente

A qualidade da saúde bucal é fundamental para a realização de ações simples, porém
essenciais, como sorrir, comer e conversar. O edentulismo (ausência de dentes) compromete a saúde física, emocional e até mesmo o convívio social do paciente. A autoestima e até mesmo a qualidade de vida são comprometidas se houver a perda de um dente.
AAID_Fig1_colorCom os avanços na Odontologia os tratamentos com implantes dentários e próteses
fixas sobre eles tem se tornado a melhor opção para o paciente. Tanto as próteses fixas, que requerem um grande desgaste de dentes saudáveis, quanto as próteses móveis ou removíveis, estão cada vez menos sendo utilizadas.
Uma boa mastigação é a primeira etapa para uma correta alimentação. A perda de um
ou mais dentes prejudica esse processo, pois acarreta em dificuldade de mastigar alguns
alimentos. Sendo assim, o paciente opta por alimentos mais fáceis de mastigar, como
carboidratos e alimentos ricos em gorduras e açucares, não conseguindo suprir seu organismo com os nutrientes necessários para ter uma vida mais saudável. Os implantes dentários com as próteses fixas sobre eles suprem essa ausência pois possuem uma estrutura muito semelhante aos dentes naturais.
Dental-Implants-in-detailAlém disso, os implantes dentários suprem a necessidade estética do paciente,
devolvendo a possibilidade de voltar a realizar os gestos mais simples, como sorrir, falar e se relacionar.
Portanto, através dos implantes dentários conseguimos devolver ao paciente a
qualidade de vida e a autoestima que são perdidas com a falta de elementos dentários.

Um abraço

Dra. Fabíola Massuda

Que tal fazer implante dentário sem cortes?

A tecnologia em odontologia está muito avançada. Os procedimentos clínicos/cirúrgicos, as técnicas são mais rápidas e menos invasivas. Em alguns casos, procedimentos chamados “cirúrgicos” podem ser realizados sem nenhum corte, ou ponto.

DentalGalileos-300x271O desenvolvimento de técnicas avançadas aliados a nova tecnologia 3D, proporcionam resultados melhores para os nossos pacientes. Também chamadas de procedimentos “minimamente invasivos”, já são explorados em várias áreas da odontologia e da medicina. Os nossos pacientes tem resultados em menor tempo com o mínimo de trauma, se é assim que podemos dizer…!

Para o implante dentário, esta nova tecnologia aliada ao 3D, ou seja cirurgia guiada por computador, já existe. Permite a dental-implant-21colocação de um ou mais implantes através de uma guia confeccionada previamente pelo computador, fazendo com que o implante seja inserido no local da arcada exatamente como foi planejado. Com isto, sabendo exatamente onde ele (o implante dentário) vai ficar, já se pode confeccionar a prótese previamente. Assim, o paciente já sai da clínica com os implantes instalados, a prótese instalada, sem corte, sem sangramento, e principalmente sem dor.

Este tipo de técnica também diminui as chances de contaminação ou infecções. E o mais importante: é uma opção mais segura por ser um procedimento totalmente planejado.

Muito legal, né!?

Você já conhecia esta técnica?

Escreva para nós. Conte sua experiência ou sua dúvida.

Fonte: Portal Open

Voltar a sorrir: as opções de implantes dentários

A perda de dente permanente quando a melhor idade chega ou após um problema bucal é prejudicial não apenas para a realização da mastigação, mas à autoestima também. Com isso, a pessoa deixa de sorrir. O implante dentário, entretanto, é muitas vezes temido e alvo de muitas dúvidas.

dental-implants-st-charles-ilOs pacientes que antes tinham medo de , após o procedimento, se arrependem de não terem feito antes. Os benefícios obtidos na recuperação do sorriso são inúmeros, tanto do ponto de vista estético quanto do emocional. O conforto de um sorriso seguro e uma mastigação eficiente é muito compensador ao paciente.

Comparação de duas opções de implantes dentários:

Convencional

Carga imediata

Tratamento

Os implantes dentários são colocados e aguarda-se o período de cicatrização óssea, que varia de 3 a 6 meses, para depois realizar a confecção do dente protético.

Implantes pontuais de dentes, que podem ser realizados no mesmo procedimento.

Vantagens

Maior previsibilidade na cicatrização óssea.

Tempo reduzido de tratamento.

Desvantagens

Há necessidade de utilização de uma prótese temporária durante o período de cicatrização óssea.

Maior tempo de tratamento (aproximadamente 8 meses).

Restrição de alimentos muito consistentes durante um período de 4 a 6 meses.

Os procedimentos com implantes dentários são seguros, realizados com anestesia local, e há pouco desconforto pós-operatório. Segundo ele, somente após a avaliação de um implantodontista é que se pode determinar a melhor opção de tratamento com implantes dentários. Porém, há uma maior tendência de se utilizar carga imediata, pelo reduzido tempo do procedimento e pelo fato de o paciente poder sorrir com tranquilidade rapidamente.

Apesar da preferência pela carga imediata da maioria dos pacientes, recomenda-se que tal decisão seja feita juntamente com o implantodontista. Independentemente de qual caminho seja seguido, é fundamental que a condição bucal esteja saudável, livre de infecções, gengivites e cáries.

Fonte: CRO-SP

Curiosidade sobre Implante dentário: Implante e Reimplante são a mesma coisa?

protese_implanteImplantes dentários são dispositivos aloplásticos (de natureza diferente da parte do organismo que os irá receber), que na Odontologia de hoje, em sua quase totalidade, são confeccionados em titânio, material biocompativel, bioinerte e neutro; e são colocados dentro dos ossos maxilares para sustentar dentes artificiais, similares aos perdidos.
Reimplante é a recolocação de um dente avulsionado ( perdido, arrancado), normalmente por trauma (os mais comuns em acidentes com automóveis, bicicletas, rollers ou pancadas do tipo queda, soco etc.) em seu próprio alvéolo (lugar onde estava antes) pelo cirurgião-dentista, debaixo de adequadas condições de assepsia e esterelização.

 

Captura-de-pantalla-2012-06-05-a-las-19.51.34Assim como os implantes, os reimplantes, na maioria dos casos, dão resultado positivo e são melhor sucedidos quanto antes realizados, motivo pelo qual, se alguma vez lhe acontecer de estar perto de uma pessoa que por golpe perdeu um dente, oriente-a a encontrar o dente e colocá-lo em baixo da língua, procurando imediatamente um cirurgião-dentista.

Entenda o que é SINUS LIFTING

Enxerto de “levantamento de Seio Maxilar”, também chamado de “Sinus Lifting”.

Consiste num enxerto particulado para criar espaço (em altura) na região posterior de maxila onde o seio maxilar está muito amplo deixando o rebordo ósseo muito pequen (em altura) para a colocação de implante dentário.

Assista ao vídeo e veja como é feito.

 

Como é que faz um implante dentário recuperar o sorriso e a autoestima?

O sorriso é nosso melhor cartão de visitas em todos os lugares. E ninguém pode negar isto.

Por isso, quando falta um dente na boca, não é só nossa saúde ou beleza que está em jogo, mas também todas as nossas emoções.

Pacientes com poucos dentes (ou sem nenhum) se tornam pessoas tímidas, têm dificuldade em se relacionar com outras pessoas, viver um amor ou mesmo arrumar emprego.

Se você sofre com esse problema, fique atento e leia abaixo

dental-implants-costa-rica-treatment7 respostas sobre implante dentário

1. Qualquer um pode ter implante?
Sim, mesmo quem tem algumas doenças sistêmicas (diabete, pressão alta, osteoporose por exemplo), mas desde que estejam controladas.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese?
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. Perde-se a Dimensão Vertical, fazendo com que a fisionomia do indivíduo envelheça. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente?
Na maioria dos casos, cáries – principalmente em pessoas com menos de 35 anos. Problemas na gengiva (doença periodontal) causados pela falta de higienização bucal também levam à perda de dentes.

dental-implant4. O que fazer antes da cirurgia?
Peça recomendações de um especialista em implantes a amigos ou a seu dentista atual. Você precisará fazer exames prévios e tomar medicamentos específicos.

5. Vou sentir dor na operação?
Não. A anestesia é local e suficiente para não permitir sentir dor. E após, a medicação analgésica já será administrada em seguida ao procedimento cirúrgico.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo?
Procure atendimento o mais rápido possível. Mas é possível que o dentista avalie e note a ausência suficiente de osso para instalação de implante, devendo o indivíduo passar por um procedimento de enxertia óssea.

7. Quanto custa fazer um implante?
Depende do tipo de implante, do profissional, de sua especialização e experiência frente a complexidade de cada caso. Hoje em dia, tornou-se muito acessível a todo mundo. O procedimento é seguro e pode durar uma vida toda, se bem cuidado.

 

Destaque da Matéria

Fonte: Mdemulher site

Curiosidade sobre Implante Dentário: Os implantes são para a vida toda?

Tudo o que usamos ou compramos possui uma vida útil. Mesmo não podendo precisar, sabemos que não irá nos acompanhar pelo resto da vida, o Implante Dentário tem o propósito de durar pra sempre.

dental-implants-1As pesquisas são realizadas com o propósito de buscar material, técnica de instalação entre outros, para que o tratamento com Implante Dentário seja para uma longa duração. E acredita-se que hoje me dia, com protocolos rígidos, se consegue um implante para o resto da vida. Mesmo em pacientes jovens que vivem por muitos anos.
Por esta razão, a escolha de um profissional especialista em implantes dentários é muito importante.

A única ressalva que deve ser feita é sobre alguns pacientes descuidados, que cedo perderam os dentes naturais, os quais a natureza fez para toda vida, porque estes apresentarão maior risco também com relação aos implantes. Se perde dente, entende-se que também perde-se implantes.