Cirurgião Orofacial, ou Estética Orofacial

A busca de um sorriso atraente e agradável tem levado as pessoas a procurarem, cada vez mais os profissionais de Odontologia, pois um belo sorriso, além de contribuir para a autoestima do paciente, é considerado uma característica estética de extrema importância para a sociedade.

Nos últimos anos, o número de melhorias faciais não cirúrgicas atingiu proporções astronômicas, isso porque, ao término de tratamentos reabilitadores orais complexos, diversos pacientes questionavam se não seria possível fazer algo adicional em seus lábios, queixo e face. Assim, o cirurgião dentista passou a oferecer aos seus pacientes uma reabilitação oral mais abrangente, na qual, a face pode ser moldada e pequenas irregularidades e assimetrias podem ser melhoradas com técnicas de utilização de proteína botulínica, o famoso Botox, e de preenchimento orofacial.

O uso da proteína botulínica é comumente visto pela sociedade como uma solução de problemas estéticos, na prevenção e tratamento de rugas, mas é importante esclarecer que a atuação dessa substância se dá no plano muscular e assim, abrimos um leque de possibilidades e benefícios, quando bem indicada também de forma terapêutica. A proteína botulínica pode ser indicada em diferentes patologias clínicas, como; Apertamento, Bruxismo, Disfunções Temporomandibulares, Sorriso Gengival, Perda de Suporte de Lábios, Cefaléias Tensionais, dentre outras.

Conhecer os elementos de diagnóstico e estabelecer o planejamento para promover um sorriso harmonioso e bem balanceado tornou-se uma necessidade no dia a dia do consultório odontológico. O cirurgião dentista tem o privilégio de usar tratamentos transcutâneos para harmonizar a face do paciente para seu melhor aspecto natural. A utilização de preenchedores intra-dérmicos modificou de forma grandiosa a abordagem de correções estéticas da face, diminuindo a quantidade de procedimentos cirúrgicos estéticos, que acabavam trazendo maior sofrimento para o paciente.

O ácido hialurônico tem se mostrado o melhor material preenchedor do mercado, devido a sua alta biocompatibilidade, ou seja, por ser um material reabsorvível, interage melhor com as características da face, se adapta as mudanças que ocorrerão com o tempo, além de ser extremamente seguro.

A estética do sorriso baseia-se em uma avaliação não apenas dos dentes, mas de sua relação com os tecidos tegumentares (gengiva e lábios) e com a face. Quando tratamos um sorriso, se não tratarmos também tudo o que está ao seu redor, como gengiva, lábios e face, causaremos um desequilíbrio estético na face, pois um sorriso saudável, simétrico, clareado e jovem não estará em harmonia com lábios murchos, caídos, e nem com uma face de aspecto envelhecido, cansado ou zangado.

É impressionante a transformação que a junção desses procedimentos à odontologia pode causar na autoestima, qualidade de vida e bem estar das pessoas que os procuram. Os resultados são excelentes e sempre apresentados da forma mais natural possível!

Como é que faz um implante dentário recuperar o sorriso e a autoestima?

O sorriso é nosso melhor cartão de visitas em todos os lugares. E ninguém pode negar isto.

Por isso, quando falta um dente na boca, não é só nossa saúde ou beleza que está em jogo, mas também todas as nossas emoções.

Pacientes com poucos dentes (ou sem nenhum) se tornam pessoas tímidas, têm dificuldade em se relacionar com outras pessoas, viver um amor ou mesmo arrumar emprego.

Se você sofre com esse problema, fique atento e leia abaixo

dental-implants-costa-rica-treatment7 respostas sobre implante dentário

1. Qualquer um pode ter implante?
Sim, mesmo quem tem algumas doenças sistêmicas (diabete, pressão alta, osteoporose por exemplo), mas desde que estejam controladas.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese?
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. Perde-se a Dimensão Vertical, fazendo com que a fisionomia do indivíduo envelheça. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente?
Na maioria dos casos, cáries – principalmente em pessoas com menos de 35 anos. Problemas na gengiva (doença periodontal) causados pela falta de higienização bucal também levam à perda de dentes.

dental-implant4. O que fazer antes da cirurgia?
Peça recomendações de um especialista em implantes a amigos ou a seu dentista atual. Você precisará fazer exames prévios e tomar medicamentos específicos.

5. Vou sentir dor na operação?
Não. A anestesia é local e suficiente para não permitir sentir dor. E após, a medicação analgésica já será administrada em seguida ao procedimento cirúrgico.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo?
Procure atendimento o mais rápido possível. Mas é possível que o dentista avalie e note a ausência suficiente de osso para instalação de implante, devendo o indivíduo passar por um procedimento de enxertia óssea.

7. Quanto custa fazer um implante?
Depende do tipo de implante, do profissional, de sua especialização e experiência frente a complexidade de cada caso. Hoje em dia, tornou-se muito acessível a todo mundo. O procedimento é seguro e pode durar uma vida toda, se bem cuidado.

 

Destaque da Matéria

Fonte: Mdemulher site

Autoestima pode ajudar

Claro que ter um sorriso em perfeito estado aumenta nossa autoestima. Isto não é segredo para ninguém.

Mas outras atitudes também podem te ajudar a construir uma autoestima elevada.

AME SEU CORPO:

Não existe corpo perfeito! Só vimos corpos esculpidos, perfeitos em revistas. Se tem algo que desagrada em você mesmo, tente mudar. Pratique exercícios e faça dietas, mas aprenda amar o seu corpo como ele é.

RIA DE SI MESMO:

Já foi comprovado que rir descarrega um hormônio chamado endorfina que estimula o bem estar. O bom humor é uma dádiva ele contagia as pessoas, que vão querer estar perto de você.

MUDE O PRISMA:

Veja a vida com um olhar otimista. Seja sempre positivo, pois há sempre uma surpresa agradável em cada situação chata.

INVISTA NAQUILO DE QUE VOCÊ GOSTA:

Descubra suas abilidades e talentos. Procure explorá-lo.

Quem faz o que gosta é mais feliz e mais competente.

PROCURE SEMPRE AJUDA:

Muitas vezes a ajuda profissional é necessária para que a pessoa consiga enxergar seu valor dentro do mundo. Se for o seu caso, não se acanhe! Há muitas técnicas e métodos eficazes disponíveis para ajuda-la.

Perda dos dentes impacta na convivência social

Com o acesso às informações sobre prevenção de doenças e o aumento da tecnologia nos tratamentos, os brasileiros estão conseguindo aumentar a expectativa de vida. Mas a saúde bucal é um fator importante no processo de envelhecimento e na boa forma de pessoas de mais idade. Importante são os hábitos de higiene que cultivamos ao longo da vida.

A falta de dentes impacta além da pronúncia das palavras, o desconforto estético e da mastigação incorreta. Tudo isso afeta a comunicação oral além de gerar uma baixa na auto-estima do indivíduo.

Apesar da produção anual de próteses não ultrapassar 500 mil unidades, somos 7 milhões de brasileiros com idade entre 65 e 74 anos que precisam de próteses dentária (fonte: Ministério da Saúde).

São feitas próteses móveis (dentadura) e fixas. Quando se trabalha com implantes dentários, as próteses fixas são mais comuns, devido a segurança que geram e a comodidade.

Com o avanço da tecnologia dos implantes, a recuperação da segurança e auto-estima é mais rapidamente recuperada.

Fonte: Bem Estar e ClinicaMQ